logos direita

 

Programa de promoção dos valores democráticos através da educação para a Justiça e para os Direitos Humanos das gerações mais jovens.

Se fores a tribunal é um caso sério.

Benvindos à edição 2019 do projeto “Justiça para Tod@s”, um projeto que pretende despertar nos jovens participantes a consciência para a importância da Lei e da justiça, através da simulação de um caso de direitos humanos.

Dirigido a jovens dos 12 aos 18 anos esta edição pretende dar um passo à frente e constituir cada Escola como co-autora do seu próprio projeto.

Lista de casos
Lista de Casos
cronograma
Cronograma
inscricao
Inscrição
 
download
Manual de Projeto
Entre os dias 11 a 15 de maio várias equipas participantes no programa Justiça para Tod@s foram "pedir justiça" nos tribunais portugueses. Este é o culminar do 1.º ciclo do programa Justiça para Tod@s e, nesta fase, cada equipa foi ao Tribunal mais próximo representar os diferentes papéis (vitimas, arguidos, testemunhas, advogados, ministério público, oficial de justiça, etc) relativos ao caso escolhido, com exepção do Juiz que é real.
 
Até ao momento foram realizadas cerca de 100 simulações, de Norte a Sul do pais, estando ainda 34 para serem realizadas até ao final do ano letivo. Ficam alguns testemunhos de quem já passou por esta experiência:
 

barreiro jpt simulacao"Eles perceberam que nós (juízes) somos pessoas perfeitamente normais (…) e é isso que faz de nós melhores juízes ou não. Temos que ser pessoas sensíveis, pessoas que nos preocupamos com o ser humano, com as coisas todas que as pessoas normais se preocupam e que temos que ter experiência de vida, por isso também nos ajuda a decidir melhor e eles ficaram a perceber isso. Foi muito gratificante.” - Juiz de Direito Dr.ª Ana Chinita Rodrigues, Coordenadora da Instância Local do Seixal.

 

A simulação foi realizada pelos alunos de um Curso Vocacional, com alguns problemas comportamentais, e esta experiência permitiu-lhes refletir acerca das DSC 0490consequências que alguns comportamentos podem ter, bem como, reforçar laços relacionais e aumentar a sua auto-estima.” - Dr.ª Ana Margarida Cláudio, Professora da Escola EB 2,3 / Secundária de Santo António.

“Acho que este projeto é muito importante e essencial para mostrar aos jovens que a justiça faz falta para a sociedade e que sem ela o mundo seria bem diferente e não seria muito agradável.” - Jovem do Agrupamento de Escolas de Santa Bárbara.

“Acho um projeto interessante e muito bom para o nosso crescimento.” - Jovem da Casa Pia de Lisboa.